Sexta-feira, 23 de Outubro de 2009

Capítulo VI

Hallo schatzi's!

 

Ok, devo um pedido de desculpa, mas simplesmente não dá :S Não vou dizer que não tenho tempo, tenho, mas simplesmente gasto-o de outra maneira que não em Blogs. Não tenho escrito nada, quanto muito um parágrafo de Fic em algumas semanas, e agora estou a tentar acabar a One-Shot - When It Takes Over - da Nojenta porque ela está a desesperar e porque eu prometi acabá-la há uma semana .--

:O O meu teste de Bilogia correu-me mesmo bem, 18,4 *-* Agora vamos ver o de Português, eu sei que coise, né?, mas eu estou em Ciências e Tecnologias, preferia não ter Português. Quer dizer, se fosse com a minha stôra do ano passado, adorava! Mas não com esta que diz Se há coisa que eu não gosto é pessoas com mania de superioridade, e depois toda a gente pensa logo nela, porque ela tem a mania que é superior .|.

Ok, eu calo-me, para a semana tenho três testes: Inglês, é fácil, Filosofia, tenho que marrar naquilo .--, e Matemática, caredo pah, tenho que subir a nota, eu disse logo ao início que os mini-testes que a stôra disse que no final iam subir a nota a muitos, a mim ia acontecer o contrário, o que se verificou. Além do mais, eu não consigo ver no espaço :c Nunca me dei com aquela matéria, somos incompatíveis e pronto, e o próximo teste vai ser sobre isso e eu estou lixada. Aliás, a minha frase de todos os santos dias passou a ser I'm fucked up.

Mas em contrapartida, gosto tanto das aulas práticas de Química *-* Ah, doce laboratório, como eu o amo *-*

Já disse há bocado que me ia, por isso vou-me.

Desculpem :s

 

With love,

Dahlie xxx

 


 

Este É O Espelho Da Alma Das Notas Mortas
Capítulo VI
 
                Depois de procurar durante uns minutos, Bill encontrou as chaves que guardavam algo tão importante como a necessidade de respirar. Subiu o lanço de escadas e entrou sem demora na porta que se encontrava à sua frente; dirigiu-se ao pequeno amontoado de sacos, onde sabia que ia encontrar algo perdido há muito tempo e que nunca se cansara de tentar encontrar.
                De um dos sacos tirou uma das peças mais marcantes do estilo do seu gémeo: um chapéu. Mesmo por entre todo aquele pó, ele conseguiu sentir o cheiro característico de Tom, pois sempre que tomara banho ele estivera presente ao seu lado, sempre que não conseguia adormecer ele estava presente na mesma cama, sempre que caminhava sentia-o a pairar ao seu lado como que iluminando-lhe o caminho e guiando-o pelas pedras da calçada.
                Pegou numas quantas peças de roupa e chapéus, e antes que mãe tivesse tempo de perguntar ao seu filho que levava na mão, já Bill estava a guardar tudo no guarda-fatos, deixando apenas de fora uma t-shirt preta onde se podia ver escrito manualmente:
Life is right by my side.
- Bill
        Uma t-shirt escrita pelo próprio Bill aos seis anos, e que Tom nunca deitara fora, mesmo depois de gasta.
 
- Flashback -
 
        - Parabéns!
        Gritaram os dois pequenos assim que acordaram e verificaram que tinham dormido juntos. Mesmo que Bill conseguisse adormecer naquela noite, os pequenos e destemidos gémeos queriam passar todos os minutos do dia dedicado a eles juntos.
        - Tenho uma coisa para ti…
        Timidamente uma pequena mão de cada ser presente naquele quarto toca na outra, no momento em que uma delas dá o presente e a oposta o recebe.
        - Obrigado mano. Foi a melhor prenda que me deram.
        - Melhor do que aquele ano em que a mãe comprou aquele jogo que querias muito?
        - Muito melhor do que esse ano.
        - Mas não é nada de especial, mano.
        - Estás enganado, é a coisa mais especial que alguma vez vou ter, a seguir a ti, é claro. Tu és o meu gémeo pequenino e especial; sempre. E para sempre.
        Os olhos deste gémeo brilharam de sinceridade, ao mesmo tempo que as suas palavras transmitiam a sabedoria do futuro. O gémeo negro não teve como contestar, apenas caiu nos braços do ser que tanto o protegia e amava.
 
- End Of Flashback -
 
        - Bill, procura o espelho da alma! Tens que o fazer. Não te esqueças que, para o Tom, tu és o gémeo pequenino e especial; sempre. E para sempre. Faz com que essa promessa valha a pena. Procura o espelho!
        - Quem és tu? Que fazes aqui? Como entraste? Como sabes do Tom? Que história é essa do espelho? Deixa-me em paz!
        Num momento, todas as perguntas dele saíram em catapulta pelos seus perfeitos lábios que tanto beijaram a face do irmão, seguidas de uma ordem.
        Mas, mais uma vez, Ann desaparecera. Bill ainda sentiu um pouco da ventania um segundo atrasada em relação aos passos acelarados com que ela se deslocara do seu quarto, rumo a um local incerto.

 

Sentimento .: Magoada, mas tenho o Especial
Música .: Understanding - Evanescence
Escrito por. (inactivo) às 21:11
| Comenta .
Sorrisos .:
De Miss Xaphania a 7 de Novembro de 2009 às 17:33
Gostei do capítulo. Desculpa nunca mais ter vindo aqui mas a escola e isso.
Sinto falta desta fic, escreves tão bem. Espero que voltes brevemente.
Beijinhos!
ps: Ando curiosa para saber ó que é a Ann, apesar de ter as minhas suspeitas.
De tânia. a 22 de Novembro de 2009 às 19:29
Comecei a ler agora, e gostei bastante até aqui (:
Que capítulo tão bonito ._.
Beijinho.

Comenta .

Dahlie .

Recente .

Schatzi's,

Capítulo VII

Capítulo VI

Capítulos IV e V

Comin' Clean

Capítulo III

Capítulo II

Capítulo I

Prefácio de Este É O Espe...

Arquivo .

Fevereiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

FanFiction's

You're On My Heart Just Like A Tattoo

Não Fujas

Este É O Espelho Da Alma Das Notas Mortas (actual)

I'm A Liar [twc]

OneShot's

Unidos Por Um Beijo

A Confiança Do Amor

I'll Never Don't Jump Just Because Of My Dream

Provavelmente...

Sometimes Blood Means Love

Even Drama Has An End

When It Takes Over I, II & III

Sunnight Dream

Deadline [twc]